terça-feira, 1 de setembro de 2015

Inscrições para Mostra de Circo do Recife começam nesta terça-feira, 1º


O Diário Oficial do Município publicou no último sábado (29) a convocatória para a 6ª Mostra de Circo do Recife. Interessados têm de 1º a 10 de setembro para inscrever suas propostas, sejam espetáculos, números e/ou oficinas, de acordo com os critérios e regulamento da convocatória. A Mostra de Circo do Recife é uma iniciativa da Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife. Confira a convocatória na página da Secult.

Para garantir a inscrição, as propostas deverão ser entregues na Divisão de Artes Cênicas, localizada no primeiro andar da Casa 10 do Pátio de São Pedro, no bairro de São José. Após análise da Comissão de Avaliação Artística, os projetos habilitados serão publicados no Diário Oficial, conforme cronograma a constar também na convocatória. A programação oficial será divulgada no dia 22 de setembro.

Integrando o circuito de festivais extra ciclos do município, a iniciativa acontece pelo sexto ano consecutivo e tem o objetivo de promover ações de difusão e formação artísticas voltadas para o público em geral, contemplando, sobretudo, as produções de circo em Pernambuco. Em 2015, a Mostra de Circo do Recife acontece de 24 a 27 de setembro.


Exposição com peças do Instituto Ricardo Brennand começa nesta terça (1º) no Tacaruna

Pinturas, armas, armaduras, tapeçarias e livros do acervo do Instituto Ricardo Brennand estarão em exposição desta terça-feira (dia 1º) até o dia 19, na Praça de Eventos do Shopping Tacaruna, com entrada franca. Há peças originais e outras são fotografias dos originais, como dos quadros de Frans Post e Albert Eckhout, que não saem do castelo onde funciona o IRB.
Escultura Edouard Drouot

A mostra é em comemoração aos 13 anos do Instituto, inaugurado em 12 de setembro de 2002. O IRB detém uma coleção permanente de objetos histórico-artísticos de diversas procedências, abrangendo o período que vai da Baixa Idade Média ao século XXI, incluindo a maior coleção do mundo de pinturas do holandês Frans Post, com vinte obras.
Frans Post foi pioneiro no registro de paisagens da América e fotos de algumas dessas obras estarão na exposição do Tacaruna, como também de outro artista holandês, Eckhout, que retratou diversos aspectos do Brasil no período colonial.
A armaria é outro tema presente na mostra, com armaduras para adulto e criança, lanças, facas, máscaras de ferro, canivetes, elmo, machados, sabres e até um cinto de castidade.

Haverá também três esculturas em marmore, duas ninfas de Edouard Drout, e Marcas da Beleza, de Bastet. Coleções de livros da Biblioteca do IRB, incluindo Tempo dos Flamengos, de José Antônio Gonsalves de Mello, e Casa Grande e Senzala, de Gilberto Freyre, além de uma maquete do prédio do Instituto, completam a exposição.



Serviço
Exposição 13 anos do Intituto Ricardo Brennand
Shopping Tacaruna – Praça de Eventos
De 1º a 19 de setembro
Entrada franca




sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Som na Rural no Museu da Cidade do Recife neste domingo



Foto Divulgação
O Largo das Cinco Pontas, no entorno do Museu da Cidade do Recife será palco da abertura da temporada de Verão do Som na Rural, no domingo, dia 30. A ideia é que em todo último domingo dos meses de Verão, o evento aconteça no entorno Museu, instalado no histórico Forte das Cinco Pontas- construção feita pelo holandeses em 1630.

Além do local, outra novidade, que começa nesta edição do evento e deve seguir por muitas outras, é uma programação voltada para a criançada, começando às 10h da manhã. Com o nome “Essa Rural tem é história”, a atividade infantil surgiu fruto de uma parceria com a Cia Maravilha, que está trazendo neste domingo (30), Adelia Oliveira do Coletivo Eu Passarinho e a Cia Animatos Invictus, com contação de estórias. Ainda faz parte da programação para a garotada, uma vivência musical com o Coletivo Hullabaloo, marcada para acontecer às 11h30 e a visita guiada pelo Museu, que além de um cenário fascinante, possui um acervo de mais de 200 mil imagens históricas, mapas e objetos que ajudam a contar um pouco mais sobre a sociedade pernambucana desde o século XVI até os dias atuais.

Como espaço para pensar a cidade, o Museu abre as suas portas para o “Bate-Papo com a professora Liana Cirne” sobre o Direito à Cidade, dentro da programação do Som na Rural, que também terá um sarau com Allan Salles e o poeta Miró, que autografa o livro “a Deus”.
O Som na Rural começa de manhã e segue até a noite, com muita música e poesia. A caminhonete Rural Willys toda colorida e iluminada será palco para o Dj Dolores com Iuri Queiroga e o Projeto Stank; Adiel Luna, Reggae Riff, Palhaço de cara limpa; Klessio Rimas e Kontrabãda, Orquestra Experimental de Frevo e a Banda Capitão Zuzinha da Polícia Militar. Na edição do Som na Rural no Museu ainda tem o projeto Praias do Capibaribe e Food Trucks. Até às 17h, todo a parte expositiva do Museu e o café estarão abertos ao público. Depois das 17h fica em funcionamento somente o estacionamento, onde acontecerão os shows, bate-papo e o sarau.

Confira a programação:
10h -“Essa Rural tem é história”- com Adelia Oliveira do Coletivo Eu Passarinho e a Cia Animatos Invictus;
10h às 17h - Visita guiada pelo Museu;
11h30- vivência musical com o Coletivo Hullabaloo;
15h - sarau com Allan Salles e o poeta Miró, que autografa o livro “a Deus”.
16h -Banda Capitão Zuzinha da Polícia Militar;
16h - Klessio Rimas e Kontrabãda;
17h -Palhaço de cara limpa
17h -Orquestra Experimental de Frevo;
18h -Reggae Riff;
19h -Adiel Luna;

20h-Dj Dolores com Iuri Queiroga e o Projeto Stank.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Leandro Hassum chega ao Recife com o espetáculo Lente de Aumento

Foto Divulgação

Após sete anos de sucesso, "Lente de Aumento", stand up comedy com Leandro Hassum, tem data marcada para vir ao Recife. Neste sábado (29), o Teatro Guararapes recebe o espetáculo, que lança um olhar curioso sobre as pequenas coisas da vida as quais nunca temos oportunidade ou paciência para analisar. Com direção de Daniela Ocampo, a montagem tem texto do próprio Hassum.

A identificação com as situações do dia a dia é a matéria-prima para que o humorista cative o público e chegue ao seu produto final: risadas! Envolvente, carismático e com a sua reconhecida capacidade de improvisação, Leandro Hassum interage com a plateia, convidando todos a refletir sobre o quão ilógico pode ser o cotidiano.

Serviço:
O que: Lente de Aumento
Quando:29 às 21h30
Onde: Teatro Guararapes:
Centro de Convenções de Pernambuco
Informações: (81) 4003-1212
Ingressos:Plateia: R$ 90 e R$ 45 (meia)
Balcão: R$ 70 e R$ 35 (meia)

Projeto Vou Sambar anima o Recife Antigo

Foto Divulgação
O samba vai tomar conta da Cervejaria Devassa, no Armazém do Porto, Recife Antigo, no próximo sábado (29). Na segunda edição do projeto Vou Sambar, a cantora Adriana B recebe a paraibana Polyana Resende. A sambista desembarca na capital pernambucana para divulgar o seu novo trabalho, o CD “Samba Teimoso”.

A participação de Polyana Resende nesse projeto, além de contar com a apresentação de clássicos do samba, terá canções autorais suas e de sambistas paraibanos como: Chico Limeira, Seu Pereira, Kojak do banjo, Potyzinho Lucena entre outros. Embora seja natural do Recife, Polyana construiu sua trajetória artística na Paraíba, local onde uniu suas raízes pernambucanas à cultura paraibana, surgindo daí a criação do projeto Samba Teimoso.

No projeto Vou Sambar, a compositora Adriana B faz um intercâmbio com artistas de várias cidades do país. Os shows acontecem sempre no último sábado de cada mês, com preços populares. De acordo com Adriana B, neste momento tão delicado para o país, oportunidades podem surgir através da música e da cultura em geral. “ O espaço é importante para que haja um intercâmbio com artistas de outras cidades. A idéia é recebê-los em Recife e levarmos o show "Vou Sambar" para as respectivas cidades desses artistas”, afirma a cantora. 

Durante o show, Adriana apresenta clássicos do samba, inéditos, dela e de outros compositores pernambucanos como a composição feita especialmente para ela por Neguinho da Samarina, "Menina Guerreira", que estará presente no seu EP, e que vai ser lançado em outubro, no Recife.




terça-feira, 18 de agosto de 2015

II Encontro de Contato Improvisação de Pernambuco

Foto Ju Brainer

Pela segunda vez, Recife, capital pernambucana, estará respirando a dança gerada na prática do Contato Improvisação durante uma semana com atividades diárias de manhã até a noite e a presença de nomes importantes na recente história do Contato em toda a América Latina. Para participar, basta se deixar mover pelo desejo da troca.

O Contato Coletivo – II Encontro de Contato Improvisação de Pernambuco, projeto idealizado pelo Coletivo Lugar Comum com incentivo do FUNCULTURA, recria espaços de encontro, de compartilhamentos, de investigação, de convivência, de parcerias e de afetos, onde o corpo é o suporte de todos os acontecimentos.

As inscrições para as oficinas são gratuitas e estão abertas até a próxima segunda, dia 24 de agosto, pelo sitewww.contatocoletivo.com.br. A programação acontece de 21 a 27 de setembro. O resultado dos selecionados será divulgado por email para cada participante no dia 28 de agosto. Todas as oficinas vão acontecer na sede do Coletivo Lugar Comum, na Rua do Lima, 210, Santo Amaro, no período da manhã e tarde, sempre das 10h às 13h e das 15h às 18h.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Exposição: Pernambuco Cena Contemporânea

O Guerrilheiro, 1969 - Paulo Bruscky
O Museu do Estado de Pernambuco e o Santander inauguram a exposição Pernambuco Cena Contemporânea. A mostra toma como ponto de partida o diálogo estético de jovens artistas contemporâneos, atuantes em Pernambuco, com a trajetória de Paulo Bruscky cuja obra goza, hoje, de amplo reconhecimento no cenário nacional e internacional. Inovador, irônico, irreverente, Bruscky é responsável pelo surgimento no Recife, na década de 60, de uma corrente de arte conceitual, liberta dos tons do regionalismo e dos cânones de uma estética figurativa militante atrelada, quase sempre, à questão social. Rejeitando qualquer tipo de amarra, o processo de criação de Bruscky, indissociavelmente ligado a liberdade e guiado tão somente pela pulsante relação entre a vida e a arte, é fonte de inspiração e reflexão para contemporâneos de Pernambuco.

Estabelecer elos entre o passado e o futuro é um dos propósitos da exposição, que promove um resgate dos trabalhos e projetos de Bruscky apresentados, a partir de 1969, ao Salão de Arte de Pernambuco, que foram, à época, incompreendidos e rejeitados. Dez destacados artistas pernambucanos foram convidados pela curadoria a apresentar dois trabalhos para compor este instigante diálogo estético.

*Informações da Assessoria de Imprensa do Santander

Serviço:
Pernambuco Cena Contemporânea
Onde? Museu de Pernambuco - Av. Rui Barbosa, 960 - Graças
Quando? 19 de Agosta a 27 de Setembro de 2015